Biografia

Biografia

Claudia Alencar, Atriz, Escritora e Artista Plástica Brasileira.

Bacharel Licenciada em Teatro pela Escola de Comunicações e Artes (ECA) da Universidade de São Paulo (USP), passando logo a lecionar Artes Cênicas, durante 5 anos, para o ensino Fundamental, Médio (Colégio Oswaldo Aranha e Instituto Alberto Conte) e Universitário (Faculdade Alcântara Machado). Chegou a cursar Ciências Sociais, também na USP, mas parou após 4 anos. Em 1964, aos 14 anos, Cláudia venceu o Concurso Nacional de Contos promovido pelo jornal Correio da Manhã. Concluiu créditos para doutorado na USP, mas deixou inacabada a tese, para brilhar nos palcos brasileiros. Em 1971 filia-se à Aliança Libertadora Nacional (ALN), realizando peças teatrais contra a censura e denunciando as torturas feitas no regime militar. Em 1973, sob o governo do general Emílio Garrastazu Médici, foi presa enquanto lecionava no Colégio Oswaldo Aranha, e permaneceu 20 dias nas mãos da Operação Bandeirantes (OBAN), onde foi torturada com seus colegas de militância.

Carreira :

Estreia em 1975 com Antunes Filho, protagonista do “Somos todos do Jardim da Infância”, de Domingos de Oliveira,  no Teleteatro da TV Cultura. Desde então atuou em 36 novelas, 23 peças de teatro como; Tartufo, de Molière, com Paulo Autran; Tiro ao Alvo, com Marco Nanini; A Partilha, de Miguel Falabella; Quase 84, de Fauzi Arap; O Momento de Mariana Martins, de Leilah Assumpção; Os Inconquistáveis, de Mario Vargas Llosa, entre outras.  Atua em 12 longas metragens. Em 1988, lança seu primeiro livro: Maga Neón, pela Massao Ohno Editor.  Em 2003 lança sua coleção de joias “A Poesia É de Ouro”, em parceria com a joalheira Lea Nigri. A seguir, lança sua segunda Coleção de Joias “Chacras” em parceria com a joalheria Rox Scozzy. 

Tem 6 livros publicados: 4 de Poesias, 2 de Pesquisas Teatrais, e está em 4 Antologias Poéticas.

Ao longo da carreira recebeu 6 prêmios por suas atuações na Televisão, por exemplo, o Prêmio Qualidade Brasil, por sua atuação em Esplendor, Rede Globo , (2000). No Teatro recebeu o Prêmio Governador do Estado de São Paulo.


Televisão:

1975 - Tv Cultura

1975 - Tv Cultura

Direção:
Antunes filho

De: Domingos de Oliveira
1976 - Rede Tupi

1976 - Rede Tupi

Direção:
Antônio Moura Mattos

Personagem:
Beatriz Matoso (Bia)
1978 - Rede Tupi

1978 - Rede Tupi

Direção:
Antônio Abujamra

Personagem:
Isabel
1979 - Rede Tupi

1979 - Rede Tupi

Direção:
Antonio Abujamra

Personagem:
Denise
1980 - Rede Tupi

1980 - Rede Tupi

Direção:
Atílio Riccó

Personagem:
Alcina Veloso
1980 - Band

1980 - Band

Direção:
Antônio Abujamra Atílio Riccó
Personagem:
Alcina Veloso
1981 - Band

1981 - Band

Direção:
Geraldo Vietri

Personagem:
Dileta
1981 - Band

1981 - Band

Direção:
Atílio Riccó

Personagem:
Teresa Monterrey
1982 - Band

1982 - Band

Direção:
Geraldo Vietri

Personagem:
Lisete
1983 - Band

1983 - Band

Direção:
Roberto Talma

Personagem:
Teresa
1983 - Band

1983 - Band

Direção:
Álvaro Fugulin

Personagem:
Berenice Sampaio
1984 - SBT

1984 - SBT

Direção:
Ismael Fernandes

Personagem:
Zilda
1984 - Rede Globo

1984 - Rede Globo

Direção:
Paulo Afonso Grisolli

Personagem:
Lígia
1986 - Rede Globo

1986 - Rede Globo

Direção:
Dennis Carvalho

Personagem:
Patativa
1989 - Rede Globo

1989 - Rede Globo

Direção:
Reynaldo Boury
Personagem:
Laura / Mulher de Branco
1990 - Manchete

1990 - Manchete

Episódio:
A Matéria dos Sonhos

Personagem:
Raquel
1993 - Rede Globo

1993 - Rede Globo

Direção:
Dennis Carvalho Marcos Paulo
Personagem:
Perla Menescau
1996 - Rede Globo

1996 - Rede Globo

Direção:
Ricardo Waddington

Personagem:
Divina
1998 - Rede Globo

1998 - Rede Globo

Direção:
Wolf Maya

Personagem:
Divinéia
1998 - Rede Globo

1998 - Rede Globo

Episódio:
Seios Que Toquei

Personagem:
Maria Marta
1999 - Rede Globo

1999 - Rede Globo

Temporada:
5


Personagem:
Inês
1999 - Rede Globo

1999 - Rede Globo

Episódio:
Uma É Pouco, Duas É Demais

Personagem:
Lúcia
1999 - Rede Globo

1999 - Rede Globo

Episódio:
Juízo Final


Personagem:
Vera
1999 - Rede Globo

1999 - Rede Globo

Episódio:
Gol de Placa


Personagem:
Alicinha
2000 - Rede Globo

2000 - Rede Globo

Direção:
Luciano Sabino
Ary Coslov

Personagem:
Laura Bernardes
2001 - Rede Globo

2001 - Rede Globo

Direção:
Marcos Paulo

Personagem:
Epifânia Pereira
2002 - Rede Globo

2002 - Rede Globo

Episódio:
8 de janeiro

Personagem:
Amapola
2003 - Rede Globo

2003 - Rede Globo

Episódio:
17 de janeiro

Personagem:
Natasha
2000 - Rede Globo

2000 - Rede Globo

Episódio:
Meu Filho, Seu Tesouro


Personagem:
Ilza Sarmento
2005 - Record

2005 - Record

Direção:
Alexandre Avancini


Personagem:
Teresa Avelar
2006 - Record

2006 - Record

Direção:
João Camargo


Personagem:
Laila Viana (Lalá)
2008 - Record

2008 - Record

Direção:
Alexandre Avancini

Personagem:
Sandra Gisa de Albuquerque Andrade
2011 - Record

2011 - Record

Direção:
Alexandre Avancini

Personagem:
Adalgisa Figueira de Andrade
2013 - GNT

2013 - GNT

Direção:
Fabrizia Pinto Rodrigo Meirelles Kitty Bertazzi

Personagem:
Lenira
2015 - Rede Globo

2015 - Rede Globo

Episódio:
Adianta Negar?


Personagem:
Alice
2017 - Rede Globo

2017 - Rede Globo

Episódios:
9 – 18 de março


Personagem:
Tetê Lima

Cinema:

Ano:

Titulo:

Papel:

Créditos

1979

Uma Estranha História de Amor

Beatriz

Texto Walther Negrão Direção John Doo

1982

Doce Delírio

Eva

Direção e roteiro de Manoel Paiva

1983

A Freira e a Tortura

Esposa do Delegado

De Jorge Andrade, Direção de Ozualdo Candeias

1984

Shock: Diversão Diabólica

Eni

Direção e roteiro de Jair Correa

1989

Atração Satânica

Susan

Texto e Direção Fauzi Mansur

1991

Inspetor Faustão e o Mallandro

Sandrona

Direção e texto de Mario Marcio Bandarra

2001

Xuxa e os Duendes

Jéssica

De Vivian Peri e Wagner de Assis, Direção de Paulo Sergio de Almeida

2005

Por 30 Dinheiros

Anita/Madalena

Texto e direção Vânia Perazzo Barbosa

2011

Réquiem para Laura Martin

Raquel

Direção e Texto de Paulo Duarte

2016

Um Suburbano Sortudo

Narcisa

Roteiro  L.G.Bayão, Direção Roberto Santucci

2017

Talvez Uma História de Amor

Bianca

Texto e Direção Rodrigo Bernardo

2018

30 Anos Blues

Claudia Alencar

Direção e Texto de Andradina Azevedo e Dida Andrade

Teatro:

Ano:

Titulo:

Créditos:

1974

A perda do todo

Direção e texto de Claudia Alencar

1976

Clotilde com Brisa, Vento e Cerração

Direção e texto de Roberto Lage

1977

Ramón o Filoteto Ameriano

De Carlos Henrique Escobar criação coletiva

1978

O pic nic de Celso Luis Paulini

De Celso Luis Paulini, direção coletiva

1978

Tide Moreyra e sua Banda de Najas

De Alcides Nogueira, Direção de Marcio Aurelio

1979

O Próximo Capitulo

Direção e Texto de Paulo Yutaka

1980

A Nonna

De Roberto Cossa,Direção de Flavio Rangel

1982

Tiro ao Alvo

De Flavio Marcio, Direção de Marco Nanini

1984

Boca Molhada de Paixão Calada

De Leilah Assumpção Direção de Miriam Muniz

1983

Quase 84

De Fauzi Arap, Direção de Marcio Aurelio

1985

Feliz Páscoa

De Jean Poiret, Direção de José Possi Neto

1985

Tartufo

De Moliére, Direção de José Possi Neto

1987

O Amante Descartável

De Gerad Lauzier, direção De João Bittencourt

1990

Uma lição Longe Demais

De Zeno Wilde, Direção de Fauzi Arap

1991

O Homem não deu certo, mamãe

Direção e Texto de Claudia Alencar

1995

A Caravana da Ilusão

De Alcione Araújo, Direção Luis Arthur Nunes

1998

DNA a Comédia

De Thiago Santiago, Direção de Bibi Ferreira

2000

A Partilha

Direção e Texto de Miguel Falabella

2001

Cleópatra

De Regiana Antonini, Direção marcelo sabbag

2002

Os Inconquistáveis

De Mario Vargas Llosa, Direção de Wolf Maia

2009

O Momento de Marian Martins

De Leilah Assumpção, Direção de Luis Arthur Nunes

2010

Monólogos da Vagina

De Eva Ensler, Direção Miguel Falabella

2016

Vestir o Pai

De Mario Viana, Direção de Tiago pessoa e André di Paulo

Bibliografia:

Ano:

Titulo:

Editora:

1988

Maga Neón

Massao Ohno Editores

Prêmios e indicações:

Ano:

Prêmio:

Categoria:

Nomeação:

Resultado:

1984

Prêmio Governador do Estado

Melhor Atriz

Quase 84

Venceu

1996

Prêmio Qualidade Brasil

Televisão

Anjo de Mim

Venceu

1997

Troféu Super Cap de Ouro

Melhor Atriz

Anjo de Mim

Venceu

2003

Prêmio Dia Internacional da Mulher

Contribuição Artística

Homenagem

Venceu

2011

Festival Nacional de Cinema de Petrópolis

Melhor Atriz

Réquiem para Laura Martin

Venceu

2011

Grande Prêmio do Cinema Brasileiro

Melhor Atriz

Réquiem para Laura Martin

Indicada

2012

Troféu Top Brasil

Conjunto da Obra

Homenagem

Venceu

Mostrar mais

Claudia Alencar

Bacharel Licenciada em Teatro pela Escola de Comunicações e Artes (ECA) da Universidade de São Paulo (USP), passando logo a lecionar Artes Cênicas, durante 5 anos, para o ensino Fundamental, Médio (Colégio Oswaldo Aranha e Instituto Alberto Conte) e Universitário (Faculdade Alcântara Machado). Chegou a cursar Ciências Sociais, também na USP, mas parou após 4 anos. Claudia já atuou em 23 peças de teatro, 12 longas metragens e 36 novelas e mini-séries, dividindo papéis principais com Paulo Autran, Marco Nanini, Antonio Fagundes, Lilia Cabral, Tony Ramos, Osmar Prado, Natália Timberg, Tarcísio Meira, e tantos outros nomes respeitados. Afinal a cada nova atuação, esta paulistana que faz yoga e escreve livros de poesia deliciosos, mostra que um ator pode reinventar a sua própria forma de interpretar, sem perder o estilo, com cada vez mais credibilidade, encantamento, ousadia, carisma, e verdade emocional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo